As empresas que procuram respostas sobre os riscos de novos negócios podem encontrar no processo de due diligence as soluções que vão amparar a tomada de decisões. Estudos dessa natureza são fundamentais para as empresas em casos de compra, fusão ou incorporação.

DESTAQUES

A importância da due diligence em processos de fusão e aquisição

Conhecer a fundo a real situação da empresa no que tange aos aspectos contábeis, tributários, trabalhistas e previdenciários é fundamental para mitigar riscos e tomar decisões de forma assertiva.

As empresas que procuram respostas sobre os riscos de novos negócios podem encontrar no processo de due diligence as soluções que vão amparar a tomada de decisões. Estudos dessa natureza são fundamentais para as empresas em casos de compra, fusão ou incorporação.

De janeiro a julho deste ano, foram registradas 389 transações no mercado brasileiro, de acordo com o relatório da Transactional Track Record (julho/2017). Esses números garantiram ao Brasil a liderança no cenário latino-americano de fusões e aquisições nesse período.

Operações como estas devem ser precedidas por um processo de due diligence, fundamental para um diagnóstico preciso do negócio, para a definição de garantias e para a estruturação fiscal do investimento.

A Domingues e Pinho Contadores, referência em due diligence operacional nas áreas contábil, tributária e trabalhista, lista as fases essenciais desse trabalho:

Preparando a empresa para a due diligence

Essa etapa passa por uma observação inicial, em que os consultores conhecem as principais características do negócio e traçam a estratégia adequada àquele ambiente, ao escopo contratado e aos objetivos do levantamento.

Durante essa fase também são definidos o cronograma e a metodologia a ser empregada, e são escalados os colaboradores da empresa avaliada que estarão envolvidos no projeto.

Raio X do negócio

No desenvolvimento da atividade, os consultores avaliam os dados e documentos pertinentes ao escopo, de forma que seja possível realizar uma avaliação completa e aprofundada da situação da empresa.

- Riscos contábeis e tributários:

Em âmbito contábil e tributário, a due diligence engloba, dentre outros pontos, a revisão de balanços e demonstrações contábeis e financeiras, a revisão das obrigações acessórias e da conformidade em relação aos tributos federais, estaduais e municipais.

A verificação pode apontar, por exemplo, que a empresa incorporadora, no futuro, estará sujeita a desembolsar quantias significativas para arcar com impostos não recolhidos adequadamente.

Esse tipo de constatação tem grande influência nos termos da negociação, pois se forem detectadas falhas, a empresa interessada na incorporação irá estimar e considerar o valor de possíveis prejuízos no fechamento do contrato.

- Riscos trabalhistas:

Em relação a questões trabalhistas e previdenciárias, procede-se com o levantamento das contingências trabalhistas, revisão das obrigações acessórias, além da análise das formas de contratação adotadas e possíveis riscos.

Resultados que vão sustentar a tomada de decisão

Por exigir tanto detalhamento, a due diligence não é um procedimento que possa ser executado às pressas. Embora a duração esteja relacionada ao porte do negócio e ao escopo investigado, o estudo deve ser bem aprofundado, de forma a garantir sua exatidão e confiabilidade.

A análise dessas informações leva à identificação de falhas ou pontos de atenção que podem representar ameaças para o cliente. Esse resultado irá proporcionar uma visão mais clara do momento do negócio e dos riscos associados, pautando as decisões futuras.

O produto final é um relatório imparcial em que os fatos observados são descritos detalhadamente. A due diligence não aponta se a transação é vantajosa para as partes e não sugere valores para a negociação. Esse julgamento cabe ao investidor, que, de posse do material, estará munido de informações qualificadas para tomar a decisão que julgar mais oportuna e lucrativa.

De qualquer modo, quem contrata o serviço de consultoria precisa ter garantia de confidencialidade e imparcialidade na condução das atividades.  Além disso, é preciso aliar o conhecimento técnico a uma atuação ética nesse levantamento minucioso. Daí a importância de contar com uma assessoria renomada na execução desse trabalho. A Domingues e Pinho Contadores reúne especialistas no assunto e tem uma atuação consolidada em due diligence operacional, o que lhe capacita a atender empresas de todos os portes e segmentos nesse processo.

Como a DPC pode ajudar sua empresa?

A Domingues e Pinho Contadores possui equipe especializada pronta para assessorar sua empresa.
Entre em contato através do e-mail dpc@dpc.com.br

Assine nossa newsletter:

Se interessou?

Entre em contato conosco para que possamos entender seu caso e oferecer a melhor solução para você e sua empresa.

Fale com um especialista
Português